Friday, November 24, 2006

To indie or not to indie?


A partir do momento em que indie é fashion e que grande parte dos artistas indie de que nós falamos têm acordos com editoras major, deixarão estes artistas de ser indie? São eles mainstream? E os artistas que, já à partida, produzem música comercial, são o que? Super-pop? Hiper-pop? Se a escala for essa então Ivete Sangalo é um Discount Store ... em saldos!
Já ninguém gosta de MC Hammer, por exemplo. Se ele, que foi "abandonado" pela sua editora, auto-produzisse (não estivesse ele falido) um álbum novo, e este não tivesse aceitação comercial nenhuma, passaria ele a ser indie? O grau de "indieness" calcula-se com base no número de discos vendidos? Na roupa? No estilo de música? Se fosse no estilo de música, então como é possível Lisa Germano e Franz Ferdinand ambos serem considerados indie? (um de vários exemplos). Se eu gravasse um demo de mim a cantar no duche e nem a minha mãe o quisesse ouvir, seria eu indie também? Quem sou eu? E porque raio é que eu estou a escrever esta merda em vez de acabar o relatório que tenho que entregar na segunda?

1 Comments:

Anonymous ritolas said...

Dah! Porque és indie:D

7:03 PM  

Post a Comment

<< Home